7 Motivos para fazer Missões

HOMILÉTICA A ARTE DA PREGAÇÃO
7 Motivos para fazer Missões

O trabalho missionário e suas implicações

“Eu, porém, vos digo: erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a ceifa” (João 4.35)

Fazer missões é algo sério. O trabalho missionário não pode ser tido como uma aventura em lugares longínquos e exóticos. Embora possa haver momentos de descontração no campo missionário, fazer missões não é como estar de férias ou estar num parque de diversões. Missão não tem a ver com diversão. Fazer missões é realizar uma tarefa nobre para servir o Reino de Deus.

Como sabemos, devemos servir ao Senhor com alegria (Salmo 100), com prazer. No entanto, se por alguma razão nos faltar alegria e prazer em servir ao Senhor, ainda assim devemos fazê-lo, mas por obediência, por devoção. A missão não se trata apenas de uma nobre tarefa. A missão é também um chamado, uma ordenança que deve ser cumprida pela igreja e ser tratada como prioridade.

Já que estamos no pique desse maravilhoso artigo sobre missões, que tal estudar Capelania e também iniciar como obreiro desse movimento de Amor? Saiba mais, aqui: < CURSO DE CAPELANIA >

Jesus deixa uma mensagem clara aos seus discípulos quanto ao dever da missão: “ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os e ensinando-os a guardar todas as coisas que tenho ordenado…” (Mateus 28.19-20); e também quanto à prioridade da missão: “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça…” (Mateus 6.33). Portanto, não há outra forma de encarar o trabalho missionário.

            Como cristãos, precisamos perceber aquilo que tem nos impedido de estar envolvidos com missões. Nem todos tem o chamado específico para ser missionário, mas todos os cristãos devem se envolver de alguma maneira com as missões. No parágrafo abaixo temos uma lista de sete motivos para se envolver com missões, e até mesmo decidir gastar sua vida no campo missionário.

  • Ter o privilégio de compartilhar a boa notícia do Evangelho com pessoas de culturas e pensamentos completamente diferentes dos seus.
  • Ser desafiado por situações extremas e poder ver a solução e provisão do Senhor de formas extraordinárias.
  • Perceber a ação de Deus através da sua vida de forma tangível, ao ajudar diretamente pessoas necessitadas e desamparadas que não teriam mais ninguém se você não estivesse ali.
  • Receber capacitação específica para lidar com questões do mundo físico e espiritual, o que vai te levar a compreensões que você jamais chegaria vivendo apenas para si mesmo.
  • Receber dons espirituais específicos que Deus concede aos seus obreiros para melhor servirem o reino de Deus.
  • Aprender a viver totalmente dependente de Deus, compreendendo cada vez mais que Ele esta no controle de tudo e que existe tempo certo para tudo.
  • Perceber que durante sua vida você fez aquilo que realmente importava, pois servir a Deus é a única coisa que trará desdobramentos eternos. Tudo mais que você vier a empreender é passageiro.

Tiago Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *